27 Outubro, 2017 Sapien Livre 0Comment

Já parou para pensar quantas horas você dedica para ganhar dinheiro com relação ao que gasta para fazer seu dinheiro render?

E se nesta conta você também incluir o tempo com treinamentos, cursos em que busca melhor qualificação para desempenhar seu trabalho e por consequência, ganhar mais dinheiro.

São intermináveis horas, tipo de 8 a 14 horas por dia, sem contar o tempo que perde pensando no trabalho quando está fora dele.

Existe também o tempo que gasta em cursos preparatórios para concursos e provas. Nestes, algumas pessoas dedicam quase todo seu tempo livre.

Ou seja, o camarada trabalha 8 horas e depois dedica quase todo seu tempo restante com estudos, inclusive nos finais de semana.

É metade de todo seu dia dedicado para ganhar dinheiro ou se qualificar com o propósito de ganhar mais dinheiro. Não sou eu quem vai dizer que isso é ruim, mas todo esse rodeio que fiz é para colocar a seguinte questão… Quanto tempo você dedica para fazer o seu dinheiro trabalhar para você?

Quantas horas do seu dia, da sua semana, do mês, ou melhor, deixa eu te ajudar… Quanto tempo neste ano você dedicou para educação financeira?

Não preciso fazer muita pesquisa para saber que pouquíssimas pessoas separam parte de seu tempo para se qualificar com relação a educação financeira e investimentos. É impressionante que até pessoas muito inteligentes e de minha total admiração e respeito são negligentes a este assunto.

Esse paralelo entre o tempo que se dedica para ganhar dinheiro e o tempo que se dedica para fazer dinheiro é uma disfunção e como diz o Master Coach Paulo Vieira, toda disfunção deve ser tratada.

Entenda o dinheiro como um soldado que trabalha em sua defesa. Porém soldados precisam de liderança, treinamento e equipamentos/armamento.

Um soldado sem comando está morto dentro de um campo de batalha. Você como general, deve dar o direcionamento correto para que ele cumpra a missão da forma mais efetiva possível.

Deve estabelecer o alvo, as metas e os prazos para serem atingidos. Se tratando de dinheiro, é sua função estabelecer o seu objetivo, aquilo que deseja para sua vida.

Este site se dedica ao objetivo de atingir a independência financeira. No meu caso, é para isso que meus soldados batalham.

Resumindo, defina um alvo e crie as estratégias mais adequadas. 

NO PAIN NO GAIN

O segundo passo é treinar seus soldados. Um soldado com as melhores armas e equipamentos mas sem treinamento vai morrer na batalha, podem até ser muitos, mas sem treino e comando irão se perder em meio ao caos.

Com o dinheiro funciona da mesma forma. Não adianta ganhar muito sem saber o que fazer com ele.

É por isso que muita gente que ganha na loteria acaba voltando a ficar pobre depois de algum tempo. É preciso aprender, não só como administrar os recursos como também estudar as “armadilhas mentais” que nos deparamos todos os dias e nos fazem perder dinheiro.

O investimento em conhecimento dever ser tanto para atacar (investir) como também para se defender (dívidas).

Quando você possui comando, sabe onde quer chegar, adquire treinamento e conhecimento, você está pronto para o último passo. Seu soldado já está se tornando uma verdadeira arma de guerra.

INVESTIR

Os melhores produtos, serviços financeiros e oportunidades costumam ser dados a quem possui mais conhecimento e recursos.

O engraçado é que quando se chega nesta terceiro estágio, seu soldado começa a se multiplicar sozinho ( juros compostos). E mais, em função de estar bem treinado não precisa de tanta atenção como precisava no início. Isso lhe permite buscar novas oportunidades de ataque para vencer a guerra.

Na vida real isso significa que, como já deu direcionamento para seus recursos e os juros compostos estão agindo sobre seu patrimônio, terá o trabalho apenas de monitorar e estudar novas oportunidades que venham a  aparecer. Claro, a preocupação com a defesa de eventuais perdas deve ser constante.

É a hora de sair do básico e virar um investidor de verdade!

Agora se você acredita que investimento não é para você, não quer ter essa preocupação e nem responsabilidade. Pode ter a ajuda de um consultor financeiro como também de um planejador financeiro no estágio inicial, isso não é problema.

Só entenda uma coisa, se tratando de dinheiro, esteja muito certo para quem está terceirizando essa função pois no final das contas, você só poderá responsabilizar você mesmo por qualquer eventual fracasso ( Você é o general) .

Não é errado pedir ajuda, pelo contrário, porém eu acredito que ninguém é melhor para cuidar do seu dinheiro do que você mesmo. Como diz o ditado são os olhos do dono que engorda o gado.

Espero que este artigo tenha te ajudado a fazer uma reflexão quanto a disfunção dedicada ao tempo que gasta para ganhar dinheiro e o dinheiro que perde, ao não utilizar parte do tempo para sua educação financeira.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *