17 Dezembro, 2018 Sapien Livre 0Comment

Imagine a seguinte cena… você se dirige para a pessoa que mais ama e fala: Você é muito importante para mim, por isso vou te dar o “resto” de tudo que eu conquistar, a sobra de meu carinho e o que ficou da minha disponibilidade.

Será que essa pessoa ficaria muito tempo com você? A resposta é claro que não. Ninguém que se prese gosta de ser o resto, muito menos será última opção. Nunca alguém que tenha o mínimo de orgulho próprio irá se contentar com o resto.

Antigamente, quando as rações para animais não eram muito comum, costumava se dar o resto de comida para os cães. Funcionava assim, depois do jantar, juntava-se o resto de comida de todos os pratos e aí a gente colocava toda aquela mistura de comida para os animais. (Engraçado que me parece que aquele tempo os bichos eram mais saudáveis do que hoje.)

Se hoje em dia ninguém mais, nem mesmo os animais aceitam resto, porque você dá resto para o seu sonho?

Leia também:

Gostar de pessoas é rejeitar a velocidade 

4 hábitos que roubam seus sonhos de vida


“Não espere por uma crise para descobrir o que é importante em sua vida.” – Platão

O que mais costumo ouvir das pessoas que conheço é… se sobrar um dinheiro esse mês gostaria que me ajudasse como investir, ou outra frase do tipo… tô com um dinheirinho sobrando, o que me remenda investir?

Oras, será que é inteligente dar sobra para o seu sonho? A grande verdade é que o universo, a providência, Deus ( use o nome que preferir) não vai realizar o seu sonho de vida enquanto estiver entregando resto para ele.

Pense nisso… por que não dedicar realmente seu tempo, seu dinheiro de forma constante e substancial para realizar os seus sonhos? Será que isso não faz sentido para você?

Enquanto estiver entregando sobra, seja para uma pessoa amada ou para seus sonhos e desejos de vida, é bem provável que ele fuja de você.

Assim como gostamos de ser importantes, deve-se dar importância para aquilo que realmente é importante.

Imagens por manfredrichter

Posts Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *