3 Janeiro, 2018 Sapien Livre 0Comment

Eu conheço muitas pessoas bem-sucedidas, conheço pessoas que possuem ótimo emprego e bom salário, também conheço pessoas que possuem negócio próprio e tem muito dinheiro. Para a sociedade, poderia defini-las como ricas, mas nenhuma delas são livres.

SER RICO É SER LIVRE

O que todas essas pessoas possuem em comum é cometer o erro de relacionar sucesso/dinheiro com riqueza. Uma pessoa só é rica quando tem domínio de seu tempo de vida, pode viver e pensar por seus próprios meios. Fazer de sua filosofia de vida uma realidade externada para suas ações, tanto no âmbito profissional quanto pessoal e financeiro.

Não se deve nem é possível separar sua vida pessoal de sua vida profissional e financeira. Não é possível ao ser humano desligar uma chavinha em sua vida onde durante seu trabalho defende uma empresa que agride o meio ambiente e fora dele faz uso de discurso ambientalista.

Não é possível alguém que defende a igualdade de oportunidades e justiça ter discurso xenófobo, racista ou qualquer outro tipo de preconceito contra as minorias; Não é possível alguém consumista defender o uso consciente do dinheiro.

“O discurso deve ser compatível com suas ações, do contrário você não passa de uma farsa.”

Quando o comportamento é influenciado pelo dinheiro e não por seus valores, tenho a definição de um escravo moderno, pode até ser bem pago, mas não passa de escravo.

Fazer o que não quer por dinheiro é o que infelizmente a grande maioria das pessoas fazem hoje, não falo do fazer apenas em termos de ofício/profissão, me refiro ao fazer que vai contra seus ideais, seus valores e sua ética.

Algemas de ouro

ALGEMAS DE OURO

Muita gente não gosta do que faz, se sente deslocado defendendo a empresa que trabalha, mas por possuir um bom emprego, um ótimo salário, se apega a uma situação que odeia, que distância da família, dos amigos e dos seus sonhos.

Algemas de ouros são tudo aquilo que traz algo de benéfico, porém te aprisiona, te impede de viver de acordo com sua natureza, suas vontades.

Mantém seus amigos preconceituosos com medo de ficar só; leva um casamento de aparência por questões financeiras; se apegar ao consumo para substituir uma vida sem propósito.

Você odeia seu emprego mas se apega a ele pelo dinheiro pois te traz uma vida confortável e segura. Apesar de ter dinheiro é pobre pois não tem domínio sobre seu tempo de vida.

Tudo isso é algema, é prisão. É muito estranho mas é geralmente tudo aquilo que nos facilita a vida que nos aprisiona, saber isto é o primeiro passo para ser livre, ou em outra palavra, rico.

“Para que olhas para o cofre? A liberdade não pode ser comprada. Assim, é inútil colocar nome de liberdade em documentos: não pode ser comprada nem vendida. Esse bem deve dar a ti mesmo, peça-o para ti. Primeiro, livra-te do medo da morte , depois, deves perder o medo da pobreza.” – Sêneca

Entenda que não se deve jogar tudo para o alto mas apenas ter consciência daquilo que te aprisiona, que lhe afasta de viver por seus próprios meios, de ter uma vida plena e não influenciável pelo dinheiro ou pelo conforto, de buscar a solução de problemas complexos excluindo pessoas da sociedade.

Não importa se as algemas são feitas de ouro, sempre continuarão sendo algemas.

Riqueza só existe quando se é livre,  porque ser livre é ser mais humano.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *