24 Junho, 2019 Sapien Livre 2Comment

Se você não tem dívidas já está melhor que metade da população. Se você poupa está na frente de 95% dos brasileiros. Tudo isso é maravilhoso, mas infelizmente não é suficiente para alcançar a independência financeira.

Ser melhor que a média não é suficiente para alcançar a Independência Financeira

Não estou escrevendo esse artigo para desmotivar ninguém, apenas precisamos deixar claro que a independência financeira não está acessível para todas as pessoas, e até as que estão acima da média não irão conseguir viver da renda de seus próprios investimentos ainda jovem.

Não importa o estilo de vida que leva. Você pode ser solteiro ou casado, pode ser uma pessoa caseira ou passear o tempo todo. A matemática é simples… quanto maior sua capacidade de poupança, menor o tempo de acumulação. Ou seja:

Quanto dinheiro você leva para casa x quanto dinheiro você mantém em casa

TABELA INDEPENDÊNCIA FINANCEIRA

Se sua capacidade de poupança é de 10% ( o que já te coloca a frente da maioria da população) irá precisar de 51 anos para conseguir viver de renda. Exato… meio século, e as coisas ainda precisam dar tudo certo, ou seja, no meio do caminho não poderá acontecer nada de errado em sua vida que lhe impeça de fazer poupança.

Não parece uma meta muito fácil de atingir, é por isso que a maioria das pessoas nem se dão o trabalho de tentar.

A um tempo atrás  escrevi um artigo chamado Independência Financeira sem conversa fiada. Neste arquivo coloquei o essencial para qualquer pessoa atingir os números necessários para viver de renda.

Durante o período de acumulação importante buscar potencializar a rentabilidade dos investimentos.

Quando começar a viver dos rendimentos é muito importante respeitar a rentabilidade mínima de 4% mais a inflação vigente. A atenção a inflação é um fator de extrema importância para não perder poder de compra ao longo do tempo.

 Parar de trabalhar é apenas uma opção, mas entendo que o principal é parar de trabalhar por dinheiro e passar a trabalhar por amor, seja a profissão, ao meio ambiente ou até para satisfazer sua própria vaidade.

Fique ciente que ser melhor que a média não será suficiente, precisa ser muito melhor que a média. Neste sentido pode até parecer muito difícil, mas eu sou prova viva de que não é. Basta fazer um bom planejamento financeiro, ter visão de longo prazo,  romper com o modelo e agir.

Disclaimer – Eu não sou um analista/assessor de investimentos e nem pretendo ser, entenda que você é responsável por seus investimentos e decisões. Sou apenas um apaixonado por finanças  pessoais e minhas opiniões e escolhas são particulares a minha filosofia e valores. Em outras palavras, se fizer cagada com seu dinheiro não me culpe.

Imagem de capa por SOFCOR

2 thoughts on “Ser melhor que a média não é suficiente

  1. Oi Sapien. Verdade, não é todo mundo que insiste na IF. Já contei sobre a Independência Financeira para muitas pessoas, já mostrei na calculadora o poder dos juros compostos… as pessoas até se empolgam… mas quando descobrem que precisam se esforçar e (principalmente) esperar o tempo agir por pelo menos 10 anos, desistem na hora. Os que desistem aos 40 anos, irão se arrepender quando tiverem 50 anos. Os que desistem aos 50 anos, irão de arrepender quando chegarem nos 60 anos… por mais que não consigam alcançar a IF, poupar e saber investir é o mínimo necessário para conseguirem ter uma aposentadoria um pouco mais tranquila. Um grande abraço.

    1. Oi Yuka,

      Me arrependo muito de não ter começado antes, porém hoje com 35 anos larguei meu emprego e passarei a viver dos rendimentos dos meus investimentos ainda este ano. Deixarei de trabalhar? Claro que não,porém posso escolher onde e o que fazer. Dinheiro é algo secundário neste momento.
      Claro que não podemos utilizar minha história para todas as pessoas. Cada um tem a sua história, mas penso que é meu dever mostrar que é possível, porém infelizmente não é para todo mundo.

      Grande Abraço.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *