17 Junho, 2019 Sapien Livre 0Comment

Nós somos seres desejantes. É impressionante como o ser humano vive a desejar coisas e na mesma proporção, perde o interesse com igual velocidade.

Sabendo destas nossas características, já denunciada pelo filósofo grego Platão a mais de 2 mil anos, precisamos nos proteger de nós mesmos.

Proteja-se de compras por impulso

Quando fiz minha pós graduação em Marketing, estudei sobre as táticas de vendas por impulso. Estímulos com intuito de fazer as pessoas tomarem decisões de compra de forma intuitiva(sem pensar). Lembro que o professor disse que cerca de 70% da decisão de compra é tomada no ponto de venda.

Sim, estudamos isso na faculdade e essa é uma das formas mais eficientes de fazer vendas e aumentar o ticket médio (gasto por cliente) das vendas.

Funciona assim, você vai no supermercado comprar um fermento para fazer um bolo, quando volta para casa está com uma sacola com mais de 10 itens e nem lembra mais o que tinha ido buscar no mercado.

Todos nós estamos sujeitos a fazer compras sem necessidade diante de um estimulo criado pelo marketing. Seria uma ingenuidade dizer que já estamos vacinados contra isso.

Exploração dos sentidos

Quem nunca se sentiu atraído pelo cheiro de pipoca de cinema? Quem nunca entrou em uma loja com decoração agradável e musica ambiente que cria uma conexão com você, dá vontade de ficar lá o dia inteiro.

Quando um estimulo combina com outro causando uma sensação de bem estar ficamos mais abertos para fazer compras, mesmo sem precisar, ou pior, faz a gente deixar de pensar nas consequência de uma despesa não planejada.

Dica: Preste atenção a estas sensações, observe os estímulos externos que estão sendo produzidos pelo ambiente, os cheiros, os sons e também a atitude dos vendedores.

Uma das estratégias para venda de produtos caros é a oferta de parcelamentos. As pessoas costumam ver apenas o valor da parcela e não percebem o valor final. Promoções relâmpago e associação com outros produtos costumam ser muito efetivas.

Não saia com fome, se estiver com estado emocional afetado, (seja pelo que for) evite sair para fazer compras. A EMOÇÃO MANDA, as palavras “eu mereço” e “eu preciso” podem fazer verdadeiras desgraças no seu orçamento.

O pior de tudo isso é que com tecnologia, não precisamos mais sair de casa, você está a  um click de realizar seus desejos utilizando um smartphone ou computador, basta ter um cartão de credito e algum estimulo visual.

Todos nós estamos sujeitos a realizar compras por impulso de coisas desnecessárias. Não pense que será racional 100% do tempo. Isso é uma ilusão, mas tudo bem. Proteja-se de você, é importante saber das possíveis armadilhas e buscar prestar atenção aos nossos sentimentos, é o que eu chamo de olhar para dentro.

Imagem por free-photos – Pixabay

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *