1 Maio, 2019 Sapien Livre 0Comment

Certa vez uma amiga me falou que eu só penso em dinheiro e que a vida é muito mais que finanças. Claro que concordo com ela, porém o engraçado sobre isso é que essa minha amiga está sempre endividada, usando o cheque especial, pegando empréstimos e contando os dias para receber salário.

Pense em dinheiro para não precisar pensar em dinheiro

Este é um grande paradoxo, mas quanto mais pensar em dinheiro e questões sobre finanças pessoais menos precisará pensar em dinheiro. Eu particularmente não tenho nenhum destes problemas que minha amiga passa todo mês.

Apesar de ela dizer que não pensa em dinheiro, é exatamente o que ela faz o tempo todo, porém sempre com uma mentalidade de escassez, coisas do tipo… não tenho dinheiro, ganho mal, quando é o dia do pagamento, preciso trabalhar para pagar contas, só é rico quem explora as pessoas, não me sobra dinheiro para nada.

Em comparativo, meus pensamentos sobre dinheiro são coisas do tipo… como faço o dinheiro trabalhar para mim? O que posso fazer para ganhar mais? Se continuar com essas metas, como estarei daqui a 10 anos? Como posso usar o dinheiro para viver com mais liberdade e escolhas? O que posso fazer para ajudar pessoas com essas questões?

Apesar de eu também ter obrigações financeiras, observe que não é isso que me leva a pensar em dinheiro, meus pensamentos estão ligados para as coisas boas que a saúde financeira pode proporcionar. Já os pensamentos de minha amiga estão ligados para resolução de problemas ruins.

Dinheiro ou vida?

Um dos motivos das pessoas acreditarem que pensar em dinheiro é ruim se deve ao fato de achar que precisamos escolher entre guardar dinheiro ou viver a vida. Pensam que não é possível priorizar as relações humanas e mesmo assim ter dinheiro.

Quem falou que precisa escolher entre um ou outro? Por que não pode fazer poupança, investir e mesmo assim ter boas experiências com as pessoas que ama? Não é exatamente para isso que trabalhamos para ganhar dinheiro?

Não pensar em dinheiro tem o efeito parecido de quem evita subir em uma balança para não encarar a realidade de seu peso. Essa fuga só agrava o problema, além de não resolver, só traz mais agravantes relacionados ao excesso de peso e descontrole alimentar.

“Aquilo que não se acompanha não pode ser controlado”

Assim como cuidar do corpo exige que se pense todos os dias na alimentação, em atividade física e descanso. Se quiser prosperar financeiramente vai ter que pensar em dinheiro todos os dias pois quanto mais pensa menos precisará dele.

Imagem por sasint – pixabay

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *