6 Julho, 2019 Sapien Livre 2Comment

Recentemente minha irmã precisou renovar a documentação da moto. Como ela havia tomado uma multa que nunca chegou e nem constava na documentação, precisou passar por uma vistoria na moto, como também pagar taxas e se ausentar do trabalha.

Dois dias depois de muito estresse e despesas, ainda não conseguiu regularizar a situação do veículo. Este é só um dos grandes problemas de ser dono.

O problema de ser dono

Veja  exemplo de um carro: Primeiro você precisa trabalhar para juntar dinheiro para comprar, depois precisa de dinheiro para usar, precisa de grana para fazer manutenção, precisa de tempo para limpar, consertar,  manter e ter as coisas em funcionamento. Precisa lidar com impostos, taxas, multas e vistorias.

Você possui as coisas e as coisas passam a possuir você.

Em outro artigo escrevi sobre o problema das pessoas que, apesar de serem disciplinadas com as finanças, sempre estão em constante estresse ou se pegam em dívidas inesperadas. (Após a leitura deste artigo confira no link abaixo).

Não seja tonto, padrão de vida não tem nada a ver com felicidade II

Gastos Inesperados

Temos três tipos de despesas: Gastos Básicos, ( Aqueles que são essenciais tipo mercado, aluguel, luz etc.)

Gastos Desnecessários, ( Viagens, happy hour, cimena, etc).

Gastos não recorrentes, ( São aquelas despesas inesperadas e não planejadas). São exatamente estes gastos que os donos de coisas se complicam. O carro quebra, o encanamento entope, a casa precisa de pintura.

Todo mês tem alguma coisa precisando de manutenção, de limpeza, de ajuste ou apenas o uso já tira a instabilidade financeira do proprietário.

As pessoas não aprenderam a calcular o chamado CET ( Custo Efetivo Total) e se surpreendem com o orçamento apertado todo mês. Mesmo fazendo controle e tendo disciplina com as despesas se perdem frequentemente com o orçamento.

Quanto mais coisas possuem mais terão de lidar com despesas inesperadas. Esse é o grande problema de ser dono.

É por isso que sou adepto ao estilo compre liberdade, alugue o resto.

Imagem por Stevepb – Pixabay

2 thoughts on “O problema de ser dono

  1. Olá, muito verdadeiro o post. Há três meses vendi meu carro e estou usando a bicicleta como meio de transporte. Senti um grande alívio ao vendê-lo, não pelo dinheiro em si, mas pelo tempo elevado que ele me retirava. Hoje, pedalo tranquilamente pela cidade, vou ao trabalho, amigos, padaria e mercados sem precisar perder tempo procurando vagas de estacionamento ou parando para abastecer. Coisas simples que trazem um ativo valioso que só acaba, nunca cresce: o nosso tempo.

    1. Oi Rossana, tudo bem?

      Que legal ter o seu depoimento como uma prova concreta deste artigo. Achei muito legal sua abordagem sobre o tempo. Realmente esse é o bem mais escasso que nunca cresce.
      Parabéns por sua escolha em usar bicicleta, que além de te fazer poupar dinheiro e tempo. Ainda lhe proporciona atividade física e ainda contribui por um mundo menos poluído.

      Bjos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *