3 Junho, 2020 Sapien Livre 4Comment

Em um dos melhores livros sobre finanças que já li na minha vida ” O Homem Mais Rico da Babilônia, os amigo de Ardak, o questionam que tipo de sorte fez com que ele, que teve a mesma criação, os mesmos professores e por muitas vezes, não era melhor em nada que seus amigos, mesmo assim conseguiu se tornar o homem mais rico e influente da Babilônia, enquanto eles viviam para sobreviver.

Ardak afirmou que mesmo aqueles que são agraciados com, o que Maquiavel chamou de fortuna, não são assegurados de um bem duradouro, pelo contrário, ela traz a ruína e a desgraça para aqueles que não foram merecedores de seus feitos. Aquela velha frase: Dinheiro que vem fácil vai fácil é uma verdade para a grande maioria das pessoas que não dominam o poço sem fundo de desejos do ser humano.

Por outro lado temos aqueles que ao serem agraciados pela sorte o protegem mais que a vida, tornam-se avarentos, ciumentos,  pois sabem que não poderão repor aquilo que não foi conquistado com mérito. Estes infelizes são aterrorizados pelo medo de roubo, traição e por isso constroem para si uma prisão cheia de necessidades e grande tristeza.

Pensem naqueles que herdaram grandes valores de seus parentes que poderiam sustentá-los por gerações, mas são destruídas em poucas décadas. Como diz esse provérbio oriental:

Homens fortes criam tempos fáceis e tempos fáceis geram homens fracos, mas homens fracos criam tempos difíceis e tempos difíceis geram homens fortes

Tempo, estudo e paciência

Para aqueles, assim como eu, que não são dotados de grandes habilidades, filho de pais humildes e como poucos recursos, em um país pobre e vindo de uma região brasileira ainda mais desfavorecida, se quisesse ser bem sucedido em meus intentos precisaria destas três coisas: Tempo, estudo e paciência.

O tempo sempre está disponível para nós, mesmo aqueles que já se consideram velhos, sempre terão tempo para fazer algo que lhe é possível naquele momento.

O estudo tem relação direta com aquilo que aprendemos e sabemos, e, em outra parte com aquilo que não sabemos, procuramos aprender e principalmente, colocamos em prática. Neste sentido não adianta estudar investimentos e não investir, além disso, errar é parte fundamental do processo de aprendizado, desde que não te leve a ruína.

Warren Buffett uma vez falou que um bom investimento sempre será um bom investimento, independente de sua condição atual. Eu sempre fiquei e ainda fico remoendo essa frase quando meus investimentos, sejam eles financeiros ou pessoais, não estão performando bem, neste caso o estudo veio antes, mas será o tempo e a paciência que irá me provar que fiz a escolha certa.

Quando atribuímos a sorte para aqueles que estão em melhores condições que a gente, estamos de certa forma, menosprezando a competência de quem estudou, trabalhou duro e hoje é chamado de sortudo.

Certo que a sorte pode vir para todos, mas ela não permanece para quem não está preparado e cobra juros altos  daqueles que pensam ser os escolhidos pelo destino. A sorte não aceita desaforo e ela só aporta em bons investimentos.

No fim, vai perceber que tudo foi fruto do seu esforço, de alguma ação que tomou lá atrás…. nunca foi sorte!

Imagem por Hans Linde

4 thoughts on “Nunca Foi Sorte

  1. Tem um livro do Cortella que chama “A sorte segue a coragem”. Cada um sabe a sua história e o quanto foi merecedor e corajoso ao tomar decisões que outros somente sonharam e não executaram.
    Abraço

    1. Ola Amigo,

      É um ótimo livro. Isso que fala é bem comum. Mas pessoas costumam desejar nossas conquistas,não lutar nossas batalhas.
      Abraço

  2. Sapien Livre,

    Seu post me fez lembrar de uma frase de Coleman Cox.
    “Eu acredito demais na sorte.
    E tenho constatado que, quanto mais duro eu trabalho, mais sorte eu tenho.”

    Por trás de uma pessoa de sorte, na maioria das vezes há muita dedicação, disciplina, estudo e foco.

    Boa semana,

    1. Oi S.H.
      Sabe que já tinha ouvido essa frase, mas nao sabia de quem era. É bem isso mesmo que faloi. A sorte vem para todos mas permanece para aqueles que realmente merecem.

      Abraço!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *