10 Julho, 2019 Sapien Livre 2Comment

O título deste artigo é uma frase de Steve Jobs. Tenho muita admiração por pessoas que conseguem influenciar o mundo a ponto de modificar a forma como nos relacionamos no dia a dia.

A mensagem é um trecho de um discurso de Jobs:

Lembrar que estarei morto em breve é a ferramenta mais importante que já encontrei para me ajudar a tomar grandes decisões. Porque quase tudo – expectativas externas, orgulho, medo de passar vergonha ou falhar – caem diante da morte, deixando apenas o que é apenas importante. Não há razão para não seguir o seu coração.

Lembrar que você vai morrer é a melhor maneira que eu conheço para evitar a armadilha de pensar que você tem algo a perder. Você já está nu. Não há razão para não seguir seu coração.

Steve Jobs

Em muitos artigos que já escrevi neste blog coloco a necessidade de focar naquilo que é importante para nós. Mas nunca fiz essa relação de importância com a morte. Neste sentido Jobs coloca o fator morte como um filtro.

Um cara que lutou anos contra o câncer viveu na prática essa filosofia de selecionar o que realmente importa. Com certeza ele cometeu muitos erros, mas só o fato de não se importar com as expectativas, orgulho, vergonha e não se punir por cometer erros, o levou a um nível de foco fora do senso comum.

É engraçado como os temas se misturam… em meu último post escrevi sobre coragem. Penso que um dos maiores medos do homem é o medo de morrer e neste caso temos um grande paradoxo:

É exatamente a coragem de assumir nossa finitude que nos aproxima de uma vida plena. É disso que Jobs estava falando, quando não se tem nada a perder arriscar é só uma questão de escolher e saber o que é importante para você.

E se eu quebrar a cara? E se escolher errado? E se fizer besteira? Será que devo me tornar um adolescente inconsequente para ser feliz?

Apesar de tudo isso fazer parte do jogo, como escrevi no artigo anterior: Coragem sem preparo é imprudência.

Seguir seus sonhos, buscar a felicidade deve ser feito com conhecimento e prudência, mas não se esqueça… na dúvida, diante de nossa finitude não há razão para não seguir nossos corações.

Imagem por 3888952 – Pixabay

2 thoughts on “Você vai morrer – Não há razão para não seguir o seu coração.

  1. oi =) Este texto é bem empreendedor, pensando no nosso Brasil que está aos poucos procurando mostrar mais as nossas caras, de um jeito novo de pensar em propostas e negócios e com a inovação a frente de tudo.
    Se a gente pensar por esta perspectiva a morte é uma aliada, já que vamos morrer, por que não tentar? rs

    1. Olá Ana,

      Quando escrevi este post nem tinha pensado por nesse aspecto, mas olhando por essa perspectiva você tem toda razão.

      Bjos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *