25 Julho, 2019 Sapien Livre 2Comment

Já escrevi inúmeros posts sobre (IF) independência financeira neste blog e de uma forma prática, IF é como na definição abaixo:

“… está diretamente relacionada à geração mensal de um fluxo de renda, de caráter perpétuo, que seja capaz de manter aquele padrão e qualidade de vida por tempo indeterminado.”(Roberto Navarro, Escritor e Coach Financeiro)

No entanto, a independência financeira é mais sobre vida do que sobre dinheiro.

Não é sobre dinheiro, é sobre viver sua melhor vida

Quando falamos de IF temos o fator dinheiro como assunto principal, já que é através dele que iremos fazer nossas escolhas e estabelecer um padrão de vida que possa ser sustentado pelos investimentos.

No entanto, falamos de dinheiro para não falar sobre dinheiro. O objetivo é extrair aquilo de melhor que a vida pode oferecer.

Se pensa em independência financeira com o objetivo de comprar coisas ou viajar o mundo sem preocupações para o resto da vida, pode ser que se frustre em um futuro próximo.

Comprar um carro, fazer viagens é muito bom, mas estes são prazeres efêmeros, de curto prazo. Neste sentido nunca estará satisfeito com suas decisões. A IF sempre deve ser enxergada como um objetivo de longo prazo, para vida toda.

A IF para mim, deve proporcionar a melhor vida que eu poderia viver hoje. Coisas como passar mais tempo com a família, com os amigos. Buscar trabalhar com o que gosto, mesmo que não me remunere quanto gostaria.

Significa ter o controle sobre o seu tempo. Amo a definição do livro Dinheiro e vida de Joe Domingues e Vicki Robim:

“A Independência Financeira é qualquer coisa que faça com que você deixe de depender do dinheiro para conduzir a sua vida”

Conduzir nossas vidas sem a dependência do dinheiro, na minha opinião, é o principal objetivo de se buscar a IF.

Dicas para a independência Financeira

1- Tenha um orçamento

Ter controle sobre quanto ganha e quanto gasta é o primeiro passo para uma vida financeira saudável.

2 – Assuma o comando

Ter responsabilidade por seus atos, assumir seus erros e buscar mudanças. A IF não é para qualquer pessoa, neste caso terá que agir diferente da maioria.

3 – Aprenda a cuidar do seu dinheiro

 Saber sobre investimentos, juros, inflação é um dever que não pode ser negligenciado. Muito menos deve delegar a gestão do seu dinheiro para terceiros, todo investidor e um solitário.

4- Ganhe mais

Mais do que se tornar um ótimo investidor, devemos focar em ganhar mais dinheiro, a fase de acumulação pode ser muito longa caso não tenha recursos para aportar todo mês.

5 – Simplicidade Voluntária

Viver de forma simples é essencial, não só para gastar menos, como também para ter uma vida com mais qualidade e menos estresse. Já se foi o tempo em que possuir coisas era sinônimo de riqueza.

Possuir coisas com o propósito de impressionar pessoas não passa de tempo perdido. Elas também estão ocupadas comprando coisas para tentar impressionar você.

O fato de você possuir uma casa e um carro não te faz mais rico do que eu, e o fato de eu não ter um carro zero na garagem não me faz mais pobre que você.

6 – Faça o esforço necessário, mas sem esquecer de viver o hoje.

Existe sempre a questão que me colocam entre guardar dinheiro ou viver a vida. Coisas do tipo… guardar dinheiro para que? Você morre e deixa tudo para os outros, melhor ser feliz agora!

Já abordei esse tema algumas vezes aqui e o que sempre falo é… quem disse que você precisa escolher entre dinheiro e vida?

 Eu não me sinto abrindo mão de absolutamente nada. Pelo contrário, penso que aproveitar a vida é parte integrante do processo. Economizar não significa avareza, mesmo porque estes são subprodutos do consumo.

Tudo o que é natural é fácil de conseguir; difícil é tudo o que é inútil. ”Epicuro

A palavras que devemos visar se chama suficiência. Quando você encontra seu ponto de suficiência qualquer excesso é desperdício.

2 thoughts on “Não é sobre dinheiro, é sobre viver sua melhor vida

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *