12 Novembro, 2018 Sapien Livre 4Comment

“Onde foi que eu me perdi tanto de mim que, agora, nesse exato momento…”

Esta frase da escritora Clarice Lispector descreve bem como todos nós já nos sentimos em algum momento ou ainda estamos nos sentindo agora mesmo.

Todo mundo em algum momento já se sentiu perdido na vida. No sentimento de não pertencimento… sabe? Eu particularmente já me questionei e continuo me questionando quase todos os dias.

Neste sentido costumamos responder a esses questionamentos de diferentes formas, coisas do tipo:

  • Buscamos compensar a nossa frustração consumindo coisas que não precisamos, se endividando e caindo em um buraco ainda maior;
  • Procurar alternativas para a vida de consumo e algumas se encontram no minimalismo, tentando viver com menos coisas para dar espaço maior para as relações humanas;
  • Busca trabalhar duro e fazer grande esforço por um período determinado de tempo para tentar alcançar a independência financeira e se aposentar por volta dos 40 ou 30 anos ( Movimento FIRE).

DIFERENÇA ENTRE O MINIMALISMO E O MOVIMENTO FIRE

Bom, fácil de concluir que o materialismo não faz ninguém feliz. Nossa geração, de modo geral,  nunca foi tão rica e também tão infeliz.

Então entre as alternativas que temos eu costumo chamar de contra cultura, o Minimalismo e o Movimento FIRE.

O que é Minimalismo

Usando as palavras dos The Minimalist,  Minimalismo é:

“O minimalismo é uma ferramenta para se livrar do excesso da vida em favor de se concentrar no que é importante – para que você possa encontrar felicidade, realização e liberdade”.

Em outras palavras é a busca de reduzir excessos para liberar espaço e tempo para as relações humanas.

E o Movimento FIRE

O FIRE é abreviação das palavras em inglês Financially Independent, Retire Early. Este movimento ainda pouco conhecido no Brasil, representam as pessoas que buscam a Independência Financeira e Aposentadoria Precoce ( eu prefiro falar antecipada).

Imagine poder se aposentar aos 40, alguns ainda aos 30 anos. Em uma sociedade que vem discutindo aposentadoria tradicional cada vez mais tarde, parece uma realidade impossível mas a fórmula é simples e aplicável.

A ideia é ganhar o máximo que puder, poupar entre 30% a 70% da renda. Fazer investimentos com qualidade e depois de uns 10, 15 anos viver de renda e curtir a vida.

Deixar de trabalhar neste momento passa a ser uma opção já que o dinheiro deixa de ser o fator determinante.

Minimalismo

QUAL DESTES É A MELHOR ESCOLHA PARA VOCÊ

Se pararmos para observar estes dois movimentos são de certa forma parecidos. Todos eles buscam uma alternativa para o modelo atual de sociedade. No sentido de dar menor importância as coisas e maior liberdade para fazer escolhas.

Os FIREs trabalham mais a questão financeira reinvestindo seus ganhos, para assim ter maior liberdade de escolhas quando alcançar a independência financeira; viajar pelo mundo; viver sua paixão, mesmo que ela não remunere de forma adequada.

Os Minimalistas trabalham a limpeza geral de excessos na vida, seja de coisas materiais como também no sentido de ter uma vida menos estressante. Seja morando em uma casa menor ou controlando seus próprios desejos para diferenciar o que realmente é necessário.

Obvio que para cada uma destas estratégias existem vantagens e desvantagens. Qual destas você se identifica mais?

Eu particularmente acredito que não preciso escolher entre um ou outro. Por que não aproveitar o melhor do dois movimentos?

Afinal de contas eles se complementam. É totalmente possível ser um FIRE e também minimalista, mesmo porque não existe uma definição exata para um ou para o outro.

Temos uma péssima mania de querer rotular as pessoas de um jeito ou de outro. O que realmente importa é saber o que te faz feliz e buscar viver de acordo com seus próprios valores.

No meu entendimento aproveitar o melhor que cada uma destas filosofias tem à oferecer é o melhor caminho. O que não fizer sentido para você descarte, simples assim.

Entre um e outro, quem disse que não é possível escolher os dois e criar um só seu?

Este artigo foi inspirado no texto de igual titulo do blog http://lifeandmyfinances.com.

Imagens de Juan Pablo Arenas e pixabay 

4 thoughts on “Diferença entre o minimalismo e o movimento FIRE

  1. Quem escreve as publicações? Estou cada vez mais me “encontrando” por aqui. Talvez por trabalhar muito desde os meus 16 anos (hoje com 29) pensando em juntar uma grana e depois dar uma “relaxada” vivendo de forma mais simples. Acho que fazia parte do movimento Fire e minimalista e nem sabia. Abraço.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *