16 Maio, 2018 Sapien Livre 0Comment

JUROS COMPOSTOS – A FORÇA MAIS PODEROSA DO UNIVERSO 

Existe uma frase muito famosa de Albert Einstein que fala…

os juros compostos são a força mais poderosa do universo e a maior invenção da humanidade, porque permite uma confiável e sistemática acumulação de riqueza.

Vou tentar, neste artigo, explicar a mágica dos juros compostos sem o uso de matemática, como a maior parte da população não é familiarizada com conceitos matemáticos e financeiros, entender como funciona os juros compostos pode representar a diferença entre construir patrimônio ou ser pobre para o resto da vida.

COMO FAZER UMA BOLA DE NEVE

Imagine uma bola de neve no alto de uma montanha. Você começa a rolar a bola ladeira a abaixo e conforme ela se movimenta mais neve gruda, por consequência vai ficando cada vez maior, até que ganha velocidade e você perde o controle ao ponto dela ficar tão grande que só para quando termina a descida.

Os juros compostos funcionam exatamente como a bola de neve, quanto maior a quantidade de neve ( TAXA) distância a ser percorrida (PERIODO) maior será a bola ( MONTANTE ACUMULADO).

JUROS SIMPLES X JUROS COMPOSTOS

Os juros simples são como uma pessoa comum puxando peso, não importa o esforço que faça, sempre produzirá a energia correspondente a sua capacidade física. Em contra partida, já os juros compostos são como um super herói, ele consegue POTENCIALIZAR sua capacidade de força e energia, é como se fosse um super poder.

A GALINHA E A MULTIPLICAÇÃO DOS OVOS

Imagine que tem uma galinha que comprou para consumir os ovos. Essa galinha coloca 1 ovo por mês, desta forma você sabe que ao final de 3 meses ela irá produzir 3 ovos. Este é um exemplo de juros SIMPLES.

Agora imagine que em vez de você pegar os ovos, você permite que a galinha os choque produzindo pintinhos que por sua vez, irão se transformar em novas galinhas que produzirão novos ovos. Este é um exemplo tosco de juros COMPOSTO.

OS IRMÃOS E O PRESENTE

Imagine 2 irmãos gêmeos, Zezinho e Joãozinho. Cada um deles receberam de presente ao nascer R$100 de padrinhos distintos. O padrinho de Zezinho faz uma aplicação a juros simples, já Joãozinho terá seu dinheiro rendendo a juros compostos.

A TAXA será de 10% ao ano para os dois irmãos até a aposentadoria quando poderão sacar do presente.

Vamos ver com quanto dinheiro cada um terminará aos 65 anos?

Zezinho terá exatamente R$ 750 ( R$100 do principal + R$650 de juros ). Observe que o comportamento da linha representando o crescimento do montante é linear e constante.

Joãozinho terá incríveis R$ 49.037,07 ( R$100 do principal + R$48.937,07). No começo a diferença não é grande, pouco visível, porém conforme vai passando o tempo os juros explodem para o alto. Quanto maior o período a ser percorrido maior será o poder dos juros sobre o valor inicial.

INFERNO OU PARAÍSO

Deu para perceber a força do juros compostos? Ele é um INFERNO para quem deve e um PARAÍSO para quem INVESTE. Muita gente reclama dos juros praticados no Brasil, porém se tiver inteligência financeira, poderá comemorar cada vez que ouvir a notícia de aumento de juros na televisão, já que pode participar de investimentos que remuneram baseados nestes juros.

Posts Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *