Mais do que um blog de finanças pessoais, este site tem por propósito “ajudar pessoas a VIVER COM LIBERDADE”.

Minha filosofia é que você pode pagar qualquer coisa, mas nem tudo, então meus artigos se concentram em alinhar seu dinheiro com seus valores, objetivos e sonhos. Eu escrevo no cruzamento entre dinheiro e criar uma vida que você ama.

Entendo que mais do que ter dinheiro, ser rico ou não, ser livre é mais importante. Muita gente tem dinheiro mas não é livre, muita gente tem posses mas não entende o verdadeiro conceito de riqueza.

Você deve estar pensando, esse cara está louco… eu já sou livre. Mero engano meu amigo, geralmente pensamos que fazemos as coisas de acordo com nossas escolhas, mas se prestar atenção, verá que boa parte de suas decisões são automáticas e sem escolha, por pura osmose e aceitação da realidade que lhe é apresentada diariamente.

O QUE É LIBERDADE E RIQUEZA

Viver o estilo de vida que escolheu sustentado apenas por suas reservas passivas.” Ou seja, serão seus investimentos que manterá a forma que escolheu levar a vida. Rico é aquele que não precisa trocar o seu bem mais precioso… o TEMPO por dinheiro.

Os dados secundários desta definição são:

  • Não depender de dinheiro nunca mais;
  • Não precisar estar no lugar que não gostaria;
  • Não estar com as pessoas que não gostaria de conviver ou ter por perto pela necessidade do trabalho ou interesse;
  • Não precisar perder a maior parte de seu tempo fazendo o que não gosta por dinheiro;
  • E principalmente, pensar por seus próprios meios. O foco aqui é o que é importante para “você”.

A pergunta que buscamos responder neste blog é… Em quanto tempo você se tornará livre?

Se deseja ajuda para ficar rico ou busca o melhor e mais rentável investimento do momento, recomendo que busque outras fontes. Nosso foco é filosofia financeira aplicada para viver da forma mais livre possível, o que necessariamente não tem relação com ter muito dinheiro.

O sapien Livre tem a ideia de buscar uma evolução humana de pensamento, onde a liberdade é o principal objetivo de vida.

Tudo que é abordado aqui foi realmente testado e é utilizado, inclusive os erros cometidos serão expostos sem medo. Já que estes são, na minha opinião, uma das maiores fontes de aprendizado.

PELE EM RISCO

Entendo que é necessário colocar a pele em risco para poder abordar com profundidade qualquer assunto. Me comprometo a não escrever nenhum artigo que não tenha colocado em pratica as ideias descritas ou não simpatize por qualquer motivo que seja.

Se por algum motivo o que escrevo prejudicar alguém, eu serei o primeiro a ser prejudicado pois tenho total exposição às ideias e modelos apresentados no site.

Não temos qualquer tipo de anuncio ou conteúdo patrocinado que eu não acredite como agregador ao projeto Sapien Livre.

Verá que é possível para qualquer pessoa, que se comprometa verdadeiramente e tenha disciplina, alcançar a liberdade financeira.  Antes disso, precisa buscar a liberdade de pensamento.

MODELO FRACASSADO

Pensar e agir por seus próprios meios é essencial para conseguir fugir da armadilha a qual faz com que as pessoas trabalhem por 40, 50 anos e mesmo assim, não consigam viver com liberdade. Não atingem seus sonhos e vivem com dificuldades financeiras, frustradas e desiludidas com a vida.

A sociedade de hoje tem um modelo bem definido para uma pessoa de sucesso. Não quero aqui rotular ninguém, porém funciona mais ou menos assim:

Estude muito, entre para a faculdade e se forme. Arrume um bom emprego e compre seu primeiro carro, geralmente financiado.

O inicio da vida adulta é o momento que gastamos muito com happy hour e baladas entre outras diversões. É uma fase de muita dureza mas também o momento que começamos a nos se destacar na carreira.

Observa-se que quanto mais vai crescendo profissionalmente vai perdendo qualidade de vida.

Quando o jovem se torna adulto, e geralmente, é nesta fase que conhece alguém bacana, começa a namorar e resolve se casar. Como diz o ditado, “quem casa quer casa”. É por volta dos 30 anos que o brasileiro bem sucedido deve comprar seu primeiro imóvel, e é claro, com prestações a perder de vista.

Com um carro na garagem e uma casa financiada, a sociedade começa a enxergar o casal como bem sucedido. Porem ainda sem dinheiro. O primeiro filho também chega nessa fase comprometendo ainda mais a renda do casal, que com sorte conseguirá honrar todas as obrigações financeiras.

Todas essas responsabilidades assumidas fazem o individuo se tornar literalmente, com o perdão da palavra, um bundão. Se aparecer uma oportunidade para mudar de cidade, trocar de emprego, abrir um negócio, não será possível aceitar diante dos riscos existentes que não pode correr por conta dos compromissos de longo prazo assumidos.

E assim a vida vai passando, com sorte, uns 20 a 25 anos depois a casa está paga. O que acontece depois disso? A família resolve comprar uma casa maior, sem esquecer que nesse processo já trocaram de carro umas 4 ou 5 vezes, sempre para um mais caro. E a família ainda sem dinheiro.

Depois de trabalhar 40, 50 anos conseguem se aposentar, lá pelos 65, 70 anos de idade considerando que já cumpriram sua missão, podem morrer com dignidade, já que a expectativa de vida de um brasileiro segundo IBGE, está por volta dos 75 anos.

Esse é o modelo de sucesso da classe média brasileira, vendido pela nossa sociedade. Aqueles que não querem seguir esse modelo são perdedores. Aqueles que não tem um carro,  um imóvel, mesmo que financiado, é um perdedor.

Isso me leva a questionar a vida que levamos e a definição de riqueza para as pessoas. Geralmente queremos e gastamos mais dinheiro do que precisamos e apesar de todo luxo, não sabemos como reduzir nosso nível de estresse e ansiedade.

Para todos, o consumo e a ostentação é mais importante do que resolver questões que poderiam melhorar nossa vida e da sociedade. Como também viver experiências que realmente nos fazem sentir vivos e merecedores deste planeta.

Eu não quero trabalhar a vida inteira para só quando estiver perto de morrer me dar conta disso. Não vou esperar 40 a 50 anos para poder aproveitar as pessoas que amo, os lugares que gosto e o estilo de vida que quero levar.

FILOSOFIA FINANCEIRA APLICADA PARA A LIBERDADE

Vou estabelecer uma regra aqui… Qualquer coisa que comprar que possa lhe tirar liberdade deve ser evitada, ou melhor, deve ser eliminada e qualquer dinheiro gasto que não te faça feliz é desperdício.

O foco principal aqui é ser livre, depois disso o que vier é lucro.

“Se vives de acordo com as leis da natureza, nunca serás pobre; se vives de acordo com as opiniões alheias, nunca serás rico.”

( Sêneca)

 Aquele que se prende a sua vaidade nunca será livre, mesmo sendo muito rico. Não são os seus recursos e sim as suas crenças o maior fator de riqueza e liberdade.

O proposito de ganhar dinheiro é ter o suficiente. Quanto é suficiente? É exatamente aquele nível que te faz e mantem feliz, depois disso o dinheiro não faz a menor diferença, é apenas bônus, é troféu.

Eu te convido a fazer parte desta tribo, desta silenciosa revolução humana de pensamento e atitude. Leia, aprenda, comente e contribua para uma vida de liberdade e plena em todos os sentidos.

Porque ser livre é ser mais humano.