12 Setembro, 2019 Sapien Livre 2Comment

No livro Dinheiro e vida, é sugerido o “faça você mesmo” como uma forma de reduzir as despesas pessoais e da casa.

Na verdade, os autores defendem que quando você para de trabalhar suas despesas caem, ou seja trabalhar custa caro.

Um dos exemplos disso é a possibilidade de resolver problemas que habitualmente pagamos para serem feitos.

Ontem tive uma prova de que isso é algo realmente funcional e econômico.

O encanamento do esgoto da minha casa entupiu (Ohh chateação!!). Com uma pequena busca na internet observei que, aqui em São Paulo, o serviço de desentupidora é um dos mais rentáveis da construção civil e consequentemente muito caro cara quem contrata.

Bom… como eu tenho tempo e disponibilidade, me aventurei para fazer esse serviço sujo ( e ponha sujeira nisso).

O legal deste processo é que os vizinhos  se solidarizam com seu problema e em pouco tempo eu estava com bons ajudantes (e também palpiteiros).

Com algumas tentativas mal sucedidas, depois de duas horas de trabalho o encanamento estava desobstruído e eu tinha acabado de economizar algo em torno de dois mil reais.

Como dinheiro economizado é dinheiro ganho, eu ganhei um bom dinheiro nessas duas horas, além disso reforcei os laços de amizade com os vizinhos, coisa muito rara nos dias de hoje.

E se eu estive comprometido com um trabalho convencional? Teria de contratar uma desentupidora que cobraria algo entre cento e cinquenta e duzentos reais por metro de encanamento, além de estar privado do convívio e solidariedade dos vizinhos.

A ideia de faça você mesmo não tem o objetivo de tirar o trabalho de ninguém, apenas é uma forma de resolver problemas sem a necessidade de dinheiro, afinal de contas…

Quem resolve todos os problemas com dinheiro mata a criatividade.

Imagem de capa por Padrinan e corpo de texto por Efraimstochter- Pixabay

2 thoughts on “Faça você mesmo

  1. Oi Sapien, sabe que essa é a minha especialidade: fazer coisas por conta própria. Outro dia pifou a iluminação do plafon embutido do imóvel que eu alugo, e lá fui eu procurar no YouTube como se conserta. Sucesso total. Dá aquela sensação gostosa de orgulho, de auto-suficiência e claro, sentimos a economia no bolso. Parabéns pela iniciativa. Beijos.

    1. Olá Yuka,

      Gostei da expressão que usou “auto-suficiência. Muito bom ser auto-suficiente, a sensação gostosa e orgulho que menciona realmente é muito boa.
      Vale até mais que dinheiro.

      Bjos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *