6 Maio, 2020 Sapien Livre 0Comment

A filosofia Epicurista é uma das mais mal interpretadas até hoje, como a base da filosofia é o hedonismo, as pessoas que fazem uma leitura superficial fazem muitas críticas aos Epicuristas, mas se for a fundo, verá que Epicuro não só tem ensinamentos tão válidos que influenciaram grandes personalidades como o estóico Sêneca, como também pode nos ajudar a viver melhor na busca pela independência financeira.

Epicuro –  O Primeiro FIRE da história?

Uma das principais receitas para a felicidade que Epicuro pregava era a Liberdade. Entendia a não dependência financeira e influência dos outros com uma grande base para a felicidade.

Longe da cidade, com uma pegada autossuficiente. Epicuro e seus alunos plantavam, colhiam e produziam o próprio pão. Uma verdadeira comunidade filosófica que não tinha restrição de entrada. Escravos, prostitutas e pessoas vistas a margem da sociedade tinham acesso aos ensinamentos de Epicuro. Ao contrários das escolas filosóficas da época, ele criou o que ficou conhecido como o Jardim de Epicuro.

É preciso rir em conjunto e filosofar – Epicuro

Ele acreditava na vida simples, neste sentido pão e água podem proporcionar imenso prazer para quem tem fome e sede. Moderar as ambições para precisar de pouco e ser feliz com a autossuficiência.

“Consideremos a autossuficiência um grande bem; não que devamos nos satisfazer com pouco, mas para nos contentarmos com esse pouco caso não tenhamos muito, honestamente convencidos de que desfruta melhor da abundância os que menos dependem dela; tudo o que é natural é fácil; difícil é tudo que é inútil.” Epicuro

Trazendo isso para nossa realidade é inegável como esta filosofia poderia ajudar inúmeras pessoas que estão buscando coisas que acreditam ainda precisar para uma vida feliz, mas infelizmente não percebem que já possuem tudo que precisam.

Epicuro, nos dias de hoje, seria uma grande referência de minimalismo, sustentabilidade e porque não, do movimento FIRE.

Leia também:

Frugalidade

Movimento FIRE

Epicuro e os ingredientes da felicidade

Imagem por S. Hermann & F. Richter  – Pixabay

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *