6 Setembro, 2019 Sapien Livre 4Comment

Não é de hoje que se escuta o conselho de alguns educadores financeiros para deixar de tomar um cafezinho e em X anos você terá alguns milhares de reais na conta.

Eu particularmente acho essa história uma grande besteira.  Estou usando o exemplo do café,  mas poderia ser a manicure ou qualquer outra despesa de baixo custo.

O que realmente ingessa nosso orçamento são os custos fixos, aqueles recorrentes todos os meses. Uma pessoa que opta por ter um padrão de vida com alto custo não possui muita flexibilidade no orçamento.

São  as compras de alto valor que farão total diferença na busca pela independência Financeira.

Ao comprar um imóvel financiado por trinta anos, ao comprar um carro que consome bastante combustível, demanda manutenção e seguro caros, ao antecipar desejos pagando altos juros.

Esses são exemplos de despesas que, após aquisição do bem, diminuem consideravelmente nosso poder de compra.

Geralmente as pessoas não se atentam para esses custos recorrentes e tentam diminuir as despesas exatamente daquelas coisas que nos traz felicidade como diversão,  o cafezinho, a manicure ou cabeleireiro caso das mulheres.

O corte destas pequenas despesas, apesar de fazer alguma diferença no final do mês, nos deixa infelizes com a vida.

É uma disciplina que se torna insustentável a longo prazo e é bem provável que  a gente se perca em outro tipo de distração financeira para compensar a insatisfação pessoal.

Falei com maiores detalhes sobre este aspecto no artigo como cortar gastos no guia completo para cortar despesas sem sofrimento.

Outro ponto que é importante colocar  em tentar economizar no cafezinho nos leva a focar em uma mentalidade de escassez ao invés de procurar ganhar mais.

Um cafezinho pode até consumir parte do orçamento, mas se focarmos em nos desenvolver poderemos ganhar mais dinheiro e é exatamente a capacidade de fazer aportes que nos proporciona acúmulo de patrimônio.

Inteligência financeira é uma habilidade essencial para chegar a independência Financeira.

Imagem por 5688709

4 thoughts on “Dinheiro com café

  1. O livro “Dinheiro e Vida” deixa isso bem explícito, as pessoas seguem essas restrições inúteis à risca, porém como é extremamente desgastante e não afeta potencialmente os gastos mais agudos o tiro acaba que sai pela culatra: ao invés da tal pessoa se habituar com a poupança e gerenciar os gastos ela se torna incrédula quanto a efetividade da poupança e logo cria mais repulsa à economizar. Um grande erro

    1. Olá Alexandre,

      Esse livro é transformador. Dinheiro e vida tem grande influência na minha forma de pensar e lidar com dinheiro.
      Excelentes observações, é muito difícil colocar esses conceitos na na cabeça das pessoas, mas continuamos tentando.

      Abraço.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *