18 Maio, 2020 Sapien Livre 2Comment

O mundo mudou, há quem fale que este momento tem prazo curto e logo tudo volta a ser como era antes, mas independente disso, o mundo mudou. Diante de tanta incerteza, muitos investidores, principalmente aqueles de primeira viagem estão totalmente perdidos.

E agora, o que fazer com meus investimentos?

Para ajudar a responder essa pergunta preciso fazer novas perguntas, não para confundir ainda mais, mas para trazer a tona o que todo investidor deve ter muito bem claro em sua mente.

Qual o seu sonho\objetivo?

Todo investimento deve atender a um propósito, a um objetivo inicial. Muita gente começa investir porque sobrou um dinheirinho e ela não sabe o que fazer,então ela se questiona… o que está rendendo mais? Sem o menor critério, visando apenas rentabilidade. É essencial ter uma destinação para aquele recurso que está investindo. Será esse sonho, esse desejo que o fará não desista na primeira dificuldade ou tentação que aparecer pela frente. Se o seu objetivo não mudou, se as condições para atingi-lo não foi alterada, fique firme em seu propósito.

Está de acordo com seu perfil de investidor?

Existe regulações que exigem à toda instituição financeira fazer teste do perfil de investidor com toda pessoa que deseja iniciar seus investimentos além da renda fixa. Esse teste é super importante porque ajuda a proteger de investimentos que não estão de acordo com seu perfil, sua aversão ao risco e a perda.

Quando alguém tenta colocar a carroça na frente dos bois costuma quebrar a cara. Primeiro procure entender os conceitos básicos de investimentos e seu perfil de investidor. Caso tenha iniciado investimentos em renda variável e não consegue dormir direito agora porque tudo está caindo, isso é um grande sinal de que não sabe o que está fazendo ou seu perfil não está adequado ao investimento.

Vai usar a grana no curto prazo?

Essa informação é muito importante, via de regra renda variável deve ser um investimento para longo prazo. Se hoje você se questiona se deve vender suas ações ou fundos porque a bolsa está em queda, é bem provável que esteja focando seus recursos visando o curto prazo. Neste sentido você nem sequer deveria ter feito qualquer investimento em renda variável.

Você argumentar que existem os traders e as compras feitas para especular no curto prazo. Sim existem, porém não seja ingênuo (a) pensando que vai ser vencedor no longo prazo fazendo isso na sua hora de almoço. Trade, seja lá do que for, é profissão. Via de regra pessoas comuns quebram a cara tentando fazer isso.

Por que comprou/investiu?

Quando fez sua aplicação financeira você deve ter se questionado porque estava fazendo aquela compra, seja de renda fixa ou variável. Oras, se o seu porquê não mudou e as perspectivas, apesar de incertas, seguem inalteradas, por que vai vai mudar, vender ou resgatar o que iria seguir por longos anos?

Se a sua vida sofreu uma grande mudança nesta crise, se a empresa que investiu corre o risco de falir, reavalie, se for preciso fazer alguma correção de rumo, faça, mas lembre-se de ter em mente sempre o porque fez aquele investimento.

Se por exemplo, você comprou algum fundo imobiliário para auferir renda e só porque a quota se desvalorizou está pensando em se desfazer. Concorda que não faz sentido? Ninguém compra uma casa para alugar e vende no mês seguinte porque estamos em quarentena.

Seus recursos atender sua estratégia de investimento?

Uma carteira de investimentos diversificada deve ser composta de diferentes ativos, tanto de renda fixa quando de renda variável. Sendo que esta composição deve atender uma estratégia de investimentos que cubra todos os seus objetivos, sejam eles de curto, média e longo prazos. Em momentos como este, é exatamente uma carteira com uma composição equilibrada que lhe fará ter tranquilidade para tomar decisões e correções necessárias.

Sua vida mudou? Seus objetivos são os mesmos?

A nossa vida pode mudar de uma hora para outra e muitos investimentos que faziam sentido passam a não fazer mais, neste caso o que precisa é reavaliar quais ainda deve manter ou quais deve vender ou trocar. Muita gente acha que deve vender tal ação porque acha que vai cair ou não vai subir mais. Tem um monte de gente especialista falando um monte de coisa.

A verdade é que ninguém sabe do futuro e o que devemos fazer é focar no trabalho, aportar com consistência e neste momento difícil, ter calma para não fazer nada tomado pelo sentimento do medo ou da ganância. Qualquer pessoa que disser o que vai acontecer daqui para frente não passa de um palpiteiro.

Disclaimer – Eu não sou um analista/assessor de investimentos e nem pretendo ser, entenda que você é responsável por seus investimentos e decisões. Sou apenas um apaixonado por finanças  pessoais e minhas opiniões e escolhas são particulares a minha filosofia e valores. Em outras palavras, se fizer cagada com seu dinheiro não me culpe.

Imagem por pexels  – Pixabay

2 thoughts on “E agora, o que fazer com meus investimentos?

    1. Eu tenho curso de Planejador financeiro pela Planejar, entidade que certifica o CFP aqui no Brasil, mas não sou certificado não. Talvez mais pra frente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *