4 Fevereiro, 2018 Sapien Livre 0Comment

Muitas pessoas ao serem questionadas para que serve o dinheiro respondem que é para ter segurança. Será que isso é verdade? Será que dinheiro proporciona segurança?

As pessoas acreditam que uma boa quantia de dinheiro no banco, um emprego estável que oferece um ótimo salário pode oferecer segurança. Assim entendem que poderão acumular mais e sempre estarão seguros.

Quando se compreende segurança por essa ótica acabamos adquirindo tendências que vão da avareza ( no sentido de negar-se até as necessidades mais básicas, tanto para si como para a família com o propósito de acumular mais dinheiro), a privação de experiências enriquecedoras com o único intuito de poupar e aumentar a segurança.

Ainda temos as pessoas que buscam refúgio no dinheiro para suprir inseguranças emocionais. Como a tentativa de comprar amizades e relacionamentos com medo de ficar só, a carência e ansiedade comprando coisas que não precisa para suprir esse sentimento que muitas vezes nem sabe como explicar.

Costuma-se utilizar o shopping como hospital e lojas como farmácia, quando isso tudo não adianta usa-se o dinheiro para pagar terapia.

segurança e dinheiro

O único aspecto que podemos discutir dinheiro como segurança corresponde a comer, morar e vestir de forma adequada. Observe que este também é um aspecto subjetivo de pessoa para pessoa, a palavra adequada limita a segurança ao básico.

Se você está lendo este blog de um computador ou smartphone posso acreditar que já passou desta fase do básico.

Como a escritora Vicki Robin afirma “ a crença de que dinheiro equivale a segurança é uma das insanidades mais racionais que se pode ter.”

Olha que nem sequer abordei o lado da segurança física, relacionada a violência em si, pois neste aspecto é proporcionalmente inverso a quantidade de dinheiro que possui.

Se procura segurança no dinheiro nunca irá encontra-la. É um mito acreditar que dinheiro proporciona segurança.

E por que é importante saber isso? Simples, fatores como este acabam por determinar seus pensamentos, que por sua vez influenciam seus sentimentos que levarão você a tomar ações erradas comprometendo sua vida, seus relacionamentos e saúde.

É uma relação de causa e efeito, provando que dinheiro é muito mais do que papel.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *