30 Dezembro, 2019 Sapien Livre 2Comment

Estamos vivendo em um momento de hiperinflação da felicidade, nunca se falou tanto, ou se tenta mostrar feliz, de se colocar como feliz. Não é de hoje que felicidade é temática em nossa sociedade, porém agora existe uma péssima ideia de que devemos ser felizes a todo momento. É claro que isso não é possível, ser feliz o tempo todo não é felicidade, é tolice.

Então resolve-se este problema parecendo feliz a todo momento. Hoje em dia isso é muito visível em função das redes sociais: a família perfeita; os filhos sorridentes, obedientes e sem birra; o marido gentil e amoroso; pessoas esforçadas que postam “ta pago” depois de um treino; aquela foto do hamburguer descolado; o happy hour; aquele monte de sorrisos mecânicos e sem expressão.

Em palavras mais poéticas:

A gente aguenta como dá, sorri falso enquanto pode, e finge que está bem enquanto consegue. – Cazuza.

Se você é um cachorro, não finja ser um lobo

Eu não cometeria a loucura de dizer o que faz uma vida feliz, estou longe disso. Não acredito na baboseira simplista, muitas vezes utilizadas por listas em livros de autoajuda. Cada um deve buscar suas próprias respostas para uma vida feliz e com significado. O que vale para um, não necessariamente vale para o outro. No entanto, existe um ingrediente essencial para uma vida feliz, esse ingrediente é a coragem.

Não importa o que te faça feliz ou como você se sinta feliz, a coragem sempre estará lá, junto com você. Em outras palavras:

A coragem é para a felicidade como o oxigênio é para existência da vida.

Precisamos de coragem para encarar medos; para fazer uma viagem; coragem para dizer o que pensa; para fazer o que gosta, mesmo sendo contrariado; para se relacionar de forma intensa com pessoas; para liderar; para se expor e correr riscos; coragem para romper com o modelo; para fazer investimentos; para evitar o consumismo;  para lidar com pessoas tóxicas, mesmo que elas sejam família; para ter filhos ou para não tê-los; coragem para confrontar o preconceito; combater a mediocridade; coragem para amar e perdoar; para assimilar uma grande perda e continuar; para encarar a doença e a morte.

De forma mais resumida:

A coragem é a primeira das qualidades humanas porque garante todas as outras. – Aristóteles

Existe uma antiga história em que um cachorro se gaba para um lobo sobre suas regalias, sobre como seu dono lhe dá mimos e sua vida é boa. O lobo estava quase convencido até que observou o pescoço do cachorro marcado pela coleira e percebe que nunca permitiria ter o pescoço esfolado e viver acorrentado em troca dessas regalias.

Fala-se que pouco tempo depois o lobo morreu em alguma das suas empreitadas de caça. Uma vida livre, plena e feliz exige coragem, mas deve-se lembrar que é preciso pagar um preço alto por isso.  Desta forma nunca cometa o erro de ser cachorro e se mostrar como lobo, a vida vai te desmascarar e cobrar caro (O terapeuta também).

Em outros termos:

A coragem significa um forte desejo de viver, sob a forma de disposição para morrer. – G.K Chesterton

Ou de uma forma mais romântica:

Os covardes morrem várias vezes antes da sua morte, mas o homem corajoso experimenta a morte apenas uma vez. – William Shakespeare

Para o próximo ano que se inicia, dentro da sua lista de metas e objetivos, não esqueça deste ingrediente… Coragem, meus amigos, coragem!

Feliz ano novo!!

Imagem por arvndvisual/35imagens – pixabay

2 thoughts on “Coragem Amigos, Coragem!

  1. Oi Sapien, muito bom o post. Concordo com você, a coragem realmente é o que faz diferença. Conheço pessoas casadas com pessoas que não amam, porque não tiveram a coragem de terminar um namoro por medo de ficar sozinha. E assim, preferiram fingir que estão felizes em um casamento infeliz. Os exemplos podem ser infinitos, eu falo pro marido que ele teve muita coragem de desistir de ir para a NASA para ficar comigo. Mesmo depois de quase 10 anos, ele ainda fala que foi a única decisão certa que ele tomou na vida dele rsrs. Beijos. Um feliz 2020!!!

    1. Olá Yuka, tudo joia?
      Muito bonito o exemplo do seu marido, é o tipo de história que poderia colocar no post que ficaria ainda mais rico. Eu realmente acredito na coragem como fator determinante para a felicidade, neste sentido cada escolha é uma renuncia. É necessário muita coragem para tomar uma decisão tão importante quanto a que seu esposo tomou, como escrevi no texto, ele foi lobo e pagou o preço, e por isso, foi premiado com uma linda família.
      Muito bom ter você aqui.
      Feliz ano novo!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *