25 Maio, 2019 Sapien Livre 0Comment

Com a tendência de queda dos juros e a baixa rentabilidade real dos investimentos de renda fixa, os investidores precisam, mais do que nunca, buscar alternativas mais rentáveis.

Para isso precisam começar a se aventurar em investimentos mais complexos de renda variável, que pode entregar maiores retornos, porém podem ser desastrosos se o investidor não se preparar.

Como perder o medo de investir em renda variável

O maior empecilho que observo nas pessoas para iniciar na renda variável é o medo de perder dinheiro. Poderia dizer que a falta de conhecimento está em primeiro lugar, porém conheço pessoas que estudaram essa modalidade de investimentos e mesmo assim, nunca iniciaram no mercado financeiro.

O medo de perder dinheiro acaba paralisando as pessoas. A cultura de especulação criada em cima da renda variável piora a situação, pois está baseada na ambição de ganhos a curto prazo e a esta modalidade de investimentos deve ser utilizada para o longo prazo. 

Estude o Básico 

O mercado de renda variável tem muitos detalhes, além disso existem incontáveis formas de investir. Imagine como seria jogar futebol sem saber as regras básicas do jogo? Sem saber o tempo de duração ou até mesmo que somente o goleiro pode colocar as mãos na bola, com certeza você faria muita besteira.

Para o investidor iniciante  em renda variável funciona da mesma forma, o importante é entender as regras básicas para não fazer nenhuma cagada por falta de informação.

Existem infinitas informações de graça na internet, seja por videos do youtube ou até cursos gratuitos. Recomendo que faça os cursos online da B3, alguns são de graça e com ricas informações.

Muitas corretoras disponibilizam material de estudo aos seus clientes. Livros também são excelentes fontes de aprendizado com baixo custo. 

Estes cursos já são suficientes para começar, obvio que o investidor deve ser um eterno aprendiz. Recomendo fortemente que ninguém deve investir em nada que não consiga explicar. 

Esboço feito pelo Primo Rico (Thiago Nigro)

De o primeiro passo

Você nunca irá saber tudo e o maior aprendizado é o fazer. Abrir conta em uma corretora é o início de tudo, fazer o primeiro TED para a corretora dará frio na barriga, mas acredite , esse na minha opinião é a maior barreira para iniciar os investimentos.

É muito comum as pessoas desistirem de investir colocando inúmeras dificuldades na burocracia necessária para abertura de conta.  

Além disso, fazer a primeira compra de ação também é difícil, geralmente as pessoas iniciantes tem muita dificuldade de lidar com qual empresa comprar e com as naturais oscilações do mercado.

Fazer o teste de perfil de investidor é importante para conhecer sua tolerância ao risco, como também sua aversão a perda. 

Saiba mais:

Risco em Investimentos

Aversão a Risco

Gestão de Risco

Comece devagar

Imagine tentar correr uma maratona sem nenhum treino? É bem possível que não consiga terminar a prova e ainda corre o risco de sofrer lesões graves irreversíveis. Com investimentos é igual, você precisa começar devagar e com pouco dinheiro. Não pode vender sua casa , porque algum youtuber falou que não dá dinheiro, e colocar tudo de uma única vez em um investimento que não domina.

Os aportes devem ser feitos aos poucos, ao longo do ano, pois você vai errar e tudo bem, faz parte do aprendizado. O importante é não desistir.

Leia também:

A pressa e as armadilhas do imediatismo

Posso investir com pouco dinheiro?

Visão de Longo Prazo

A gente vai para escola e estuda por anos até ir para a faculdade. Lá estuda por pelo menos mais uns quatro anos, só aí passamos a começar a ganhar dinheiro. Sem  contar que existem estágios sem remuneração ou apenas com ajuda de custos. 

Aceitamos passar todo esse tempo de preparação sem ganhar dinheiro, porém quando se inicia os investimentos queremos já no dia seguinte da compra conferir se estamos ficando ricos. 

O mercado de renda variável pode ser muito perigoso para quem deseja altos ganhos em pouco tempo. Precisamos ter visão de logo prazo ao investir para não sermos levados pela emoção.

Leia também:

Como se tornar um investidor faixa preta 

A formiga, os três porquinhos e o poupador 

Disclaimer – Eu não sou um profissional de finanças e nem pretendo ser, entenda que você é responsável por seus investimentos e decisões. Sou apenas um apaixonado por finanças  pessoais e minhas opiniões e escolhas são particulares a minha filosofia e valores. Em outras palavras, se fizer cagada com seu dinheiro não me culpe.

Imagem de capa por KELLEPCS

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *