9 Junho, 2019 Sapien Livre 2Comment

Para algumas pessoas a independência financeira é algo tão distante que preferem acreditar que é impossível.

Quando eu falo que é possível viver de renda muito antes dos 65 anos de idade por seus próprios meios me falam que sou louco ou que isso só é possível para quem tem alta renda.

Como acelerar sua independência financeira

Não existe uma receita de bolo exata em que todos podem seguir e as coisas  acontecem. É importante adaptar uma estratégia de acordo com seus objetivos, perfil e momento de vida. No entanto, algumas coisas podem se aplicar a todas as pessoas para obter resultados mais rápidos.

1 – Viva abaixo de suas possibilidades

 Muita gente trabalha com orçamentos do tipo 60% despesas básicas, 30% diversão e realização de sonhos e 10% para aposentadoria. Eu particularmente não gosto destes formatos de orçamento.

“Aquele que melhor goza a riqueza é aquele que menos necessidade dela ” – Epicuro

Eu sempre procurei viver abaixo de minhas possibilidades, neste sentido conseguia poupar mais de 50% do meu orçamento para independência financeira. Se eu adotasse os modelos pré determinados pela maioria dos educadores financeiros ainda estaria muito longe de chegar a aposentadoria.

2 – Procure ganhar mais

Existem duas formas de aumentar seus investimentos. Ou você ganha mais ou gasta menos. Me parece que a grande maioria das pessoas preferem optar por formas de gastar menos ao se dar o trabalho de ganhar mais dinheiro.

Ganhar mais dinheiro nos permite conseguir fazer maiores aportes com menos esforço. Quanto mais dinheiro puder ganhar melhor para atingir os objetivos de longo prazo.

3 – Simplicidade voluntária

Viver de forma simples é essencial, não só para gastar menos, como também para ter uma vida com mais qualidade e menos estresse. Já se foi o tempo em que possuir coisas era sinônimo de riqueza.

Possuir coisas com o propósito de impressionar pessoas não passa de tempo perdido. Elas também estão ocupadas comprando coisas para tentar impressionar você.

O fato de você possuir uma casa e um carro não te faz mais rico do que eu, e o fato de eu não ter um carro zero na garagem não me faz mais pobre que você.

4 – Faça o esforço necessário, mas sem esquecer de viver o hoje.

Existe sempre a questão que me colocam entre guardar dinheiro ou viver a vida. Coisas do tipo… guardar dinheiro para que? Você morre e deixa tudo para os outros, melhor ser feliz agora!

Já abordei esse tema algumas vezes aqui e o que sempre falo é… quem disse que você precisa escolher entre dinheiro e vida?

 Eu não me sinto abrindo mão de absolutamente nada. Pelo contrário, penso que aproveitar a vida é parte integrante do processo. Economizar não significa avareza, mesmo porque estes são subprodutos do consumo.

Tudo o que é natural é fácil de conseguir; difícil é tudo o que é inútil. ”Epicuro

A palavras que devemos visar se chama suficiência. Quando você encontra seu ponto de suficiência qualquer excesso e desperdício.

5 – Avalie seu progresso

O que não pode medir não pode controlar. Fazer um planejamento financeiro e medir o andamento do plano é essencial para não se perder pelo caminho.

Não é possível nem colocar o lixo para fora de casa se não tiver planejamento.

Um plano que se prese tem que se permitir mudanças, e se, em algum momento observar que está indo para o lado errado. Sem problemas, corrija o curso, ajuste as velas e mesmo que o vendo vire de lado não irá se perder pelo caminho.

Imagem por NASA-Imagery

2 thoughts on “Como acelerar sua independência financeira

  1. Muito bom!!! Concordo com todos os tópicos. Sobre a frase: “Quando eu falo que é possível viver de renda muito antes dos 65 anos de idade por seus próprios meios me falam que sou louco ou que isso só é possível para quem tem alta renda”, só o tempo dirá que é possível que sim. Melhor estarmos errados no curto prazo (na visão de alguns), e certos no longo prazo. Um abraço.

    1. Oi Yuka,

      Bom saber que concorda com os tópicos abordados. Eu particularmente penso um pouco diferente de você sobre a ideia de melhor estar errado no curto prazo. Quando fazemos um planejamento financeiro (bem feito) e corrigimos os eventuais desarranjos,é certo que as coisas acontecem, até em menor tempo que o planejado. Acredito que não podemos esmorecer com a ideia de estar errados (mesmo no curto prazo) pois é isso que iremos escutar das pessoas. Inclusive pessoas mais inteligentes que nós, neste sentido podemos ficar tentados a desistir.

      Agrande abraço.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *