8 Novembro, 2017 Sapien Livre 0Comment

Qual a sua relação com os erros que comete? Este artigo trata exatamente daquilo que todos temem, perder dinheiro investindo errado na bolsa de valores.

O ano era  2009, meu primeiro ano como investidor no mercado de ações, eu não tinha muito capital. Era estagiário e ainda estava no 2º ano de faculdade. Naquele ano lembro que fiz meu investimento dobrar em menos de 6 meses.

Estava impressionado com os resultados, me sentia um super investidor, encantado com aquele mundo que se revelava promissor na minha frente. Na verdade, nunca tinha conseguido acumular tanto capital em tão pouco tempo.

Não era inteiramente leigo sobre o mercado de ações. Fazia muitos cursos online e devorava quase toda literatura que encontrava disponível sobre investimentos em ações, tanto de análise técnica, quanto da escola fundamentalista. A análise gráfica me encantou . Era ela que eu utilizava para fazer meus estudos. Eu não tinha medo de usar diferentes “SETAPs”.

Foi com este sentimento, de quem achava que tinha nascido para ser um trader profissional que cometi um erro dos mais amadores possíveis. Comprei opções achando que estava comprando ações. (Muito burro!!)

“Errei mais de 9.000 cestas e perdi quase 300 jogos.
Em 26 diferentes finais de partidas fui encarregado de jogar a bola que venceria o jogo… e falhei. Eu tenho uma história repleta de falhas e fracassos em minha vida. É exatamente por isso que sou um sucesso.” – Michael Jordan

Uma breve explicação: Basicamente uma opção é um direito de compra ou venda ( não uma obrigação) de um ativo, por um valor pré-determinado, em um período com prazo especifico. Já uma ação é a menor parcela do capital social de uma empresa.

Cada ação é representada por um código, Exemplo (PETR4 – Ações da Petrobras ) as opções seguem o mesmo padrão, porém, com detalhes de numerações diferentes. Eu não sabia destes detalhes e por isso acabei comprando opções, e o que é pior, já estavam com prazo de validade próximo.

Na verdade eu não tinha a menor ideia do que estava comprando. Eu naquela época olhava para o gráfico, se entendesse que o SETAP apontava para compra, eu comprava. Se desses sinais de venda, eu vendia e ponto. E estava funcionando muito bem por um período de tempo. Aqueles meses foram de recuperação do índice BOVESPA após grande queda com a crise financeira de 2008.

Resumindo, comprei opções e pouco tempo depois o volume quase que desapareceu, liguei na corretora para saber o por quê. Foi ai que descobri que estava com opções de compra da Telebrás. O papel micou e eu morri com o prejuízo.

Uma perda de 100% nessa minha primeira cagada no mercado de ações.

Erros investimentos

O QUE APRENDI COM TUDO ISSO

1 – Humildade – os ótimos resultados que tinha conseguido foram mais por sorte de momento do que realmente conhecimento, porém eu achava que já sabia muito.

2 – A pior coisa que pode acontecer é ganhar dinheiro fazendo a coisa errada achando que estava certo. Foi muito bom ter perdido enquanto trabalhava com pouco dinheiro.

3 – Nunca compre nada sem saber que está comprando. Parece muito obvio, mas é a coisa mais comum no mercado de ações.

4 – Se está com problemas peça ajuda. Quando o ativo caiu pela metade, deveria ter buscado mais informações e ajuda, mas paralisei diante do meu medo e ganância.

5 – A bolsa não é cassino e nem é para amadores, principalmente aqui no Brasil que ainda não é um mercado maduro comparado ao mercado americano e europeu, principalmente se tratando de curto prazo, se exige bastante preparo e conhecimento.

6 – Sentimento – Assim como na vida, controle seus sentimentos ou terá problemas. Eu me lembro que quando fiz a compra estava tomado pelo sentimento da ganância e depois fiquei tomado pelo sentimento do medo. Qualquer um dos 2 são destrutivos. Para ser um investidor de sucesso é necessário se afastar dos sentimentos e agir somente por aspectos técnicos.

7 – Só se aprende praticando. Muita gente fala que você deve fazer inúmeros cursos, faculdade, ler livros entre outras formas de adquirir conhecimento, porém é somente a prática que vai lhe dar aprendizado e para isso, estará exposto ao erro. É claro, alguns erros são dispensáveis, como o que eu cometi, mas se não fosse este, seria outro.

8 – Não desista. O tombo que levei poderia ter sido o fim da minha história no mercado de renda variável, porém eu não desisti e passei a estudar mais sobre este mercado ao ponto de ser hoje um hobby. Estudo e pratico com bastante satisfação.

9 – Não se torture. Entenda que cometer erros é normal e irá cometer outros novamente. O importante é não cometer os mesmos erros.

10 – Nada como um dia após o outro, algumas lições só são aprendidas com o tempo. As pessoas chamam isso de experiência.

“Quem nunca cometeu um erro nunca tentou nada de novo”. – Albert Einstein

Depois desse erro que poderia ser totalmente evitável, cometi muitos outros, porem erros diferentes. Hoje erro  menos, mas sei que vou cometer novos erros e isso é perfeitamente aceitável, afinal sou humano. Cada erro é um aprendizado que se soma a minha experiência.

Então, quando errar, como esse que eu cometi, reflita e tente tirar proveito das lições que sempre vem de brinde. Mas, e você? Qual foi a sua maior cagada com relação ao dinheiro?

  • Os links disponibilizados no artigo são sugestão de leitura complementar para entendimento do texto,. Não possuem nenhum vínculo com este blog.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *