14 Maio, 2020 Sapien Livre 2Comment

No último mês vi muitos artigos, na blogosfera do mundo FIRE, com desilusões dos resultados, e até mesmo, questionando a possibilidade de realmente conseguirem a Independência Financeira (IF), diante das recentes fortes quedas nos investimentos.

Uma coisa que precisamos entender é que a IF não é um estado permanente, aqueles que já atingiram ou estão na caminhada, precisam ter em mente que nada é 100% garantido ou permanente em nossas vidas.

Buscamos de diversas formas nos precaver e usar, tanto formas matemáticas como estatísticas para dar a maior previsibilidade em nosso planejamento, no entanto nada é garantido. Inclusive gostaria de reforçar que o bom plano é aquele que permite ser alterado.

A IF é mais um estado de espírito do que uma garantia permanente da não dependência do dinheiro. Sempre, dentro da imprevisibilidade da vida, da má sorte, do acaso, a IF pode deixar temporariamente nossas vidas. No entanto, dificilmente será ausente por muito tempo.

“Se pela manhã você souber com precisão como será o seu dia, você está meio morto – quanto mais precisão, mais morto você está”.- Nassim Nicholas Taleb

Aquele que conhece a liberdade incorpora o estado mental de alguém realmente livre, não permanece em condições adversas por muito tempo. Neste sentido precisamos ter plena consciência que se determinado plano que estiver executando não der certo, não será uma derrota se incorporou a mentalidade correta.

Ter a consciência de que a IF é um estado temporário é a maior garantia de que ela poderá permanecer pelo maior tempo possível em nossas vidas.

Imagem por Free Photos – Pixabay

2 thoughts on “A Independência Financeira não é para sempre

  1. Realmente nesses últimos meses a galera da blogosfera deu uma desanimada face a crise que enfrentamos, confesso que até fiquei com receio de como iria reagir durante ela.

    Porém após a mudança de foco para o desenvolvimento pessoal e profissional, estou tão tranquilo como jamais estive, passei a ver a IF com outros olhos.

    Gosto bastante da dicotomia do controle, que nesse cenário vem bem a calhar. Porque me preocupar gastando minha energia com a crise se eu não tenho o menor controle sobre isso, mas sim o que farei com ela, como me aprimorar mais e especializar ainda mais.

    Logo depois quando isso passar, terei mais chances de ganhar mais, com isso poupar mais, com isso recuperar o “tempo perdido” nessa crise.

    Abraços,
    Maromba Investidor
    https://marombainvestidor.com

    1. Ola Maramba,

      Bom ter vc por aqui. Realmente as atuais condições que estamos vivendo leva a muitas reflexões e até algumas decisões equivocadas baseadas no sentimento de medo.
      Acho que é uma ótima oportunidade como vc falou, para lidar com aquilo que temos controle e rever algumas estratégias que podem nai resistir ao tempo.

      Em primeiro lugar precisamos nos preservar e cuidar da família. Depois que tudo isso passar teremos aprendizado que male mais que muito MBA de primeira linha.

      Grande abraço

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *