Comportamento

A casa está caindo

26 Novembro, 2021 Sapien Livre 7Comment

Longe de querer ser sensacionalista com o titulo do post, no próximo ano completo três anos como 100% FIRE raiz, não tenho nenhuma fonte de renda ativa, a não ser algumas operações de flipagem/arbitragem com FIIs e também venda coberta de opções. Rendimentos extras que só existiram por uma gestão ativa dos meus investimentos, o que pode ser considerado trabalho.

A casa está caindo

No exato momento em que escrevo (26/11/21) temos um cenário tenebroso pela frente, o que poderíamos chamar de tempestade perfeita. Uma pandemia que já dura dois anos, notícias de uma quarta onda na Europa e nova variante do vírus vindo da África do Sul. Um desarranjo global de abastecimento aliado à chuva de dinheiro emitidos por todos os bancos centrais mundo afora estão gerando inflação fora do comum em praticamente todo o planeta.

Por aqui, nosso velho mundo novo com inflação de dois dígitos, curva de juros futuros passando 12%, desemprego recorde, governo estourando o teto de gastos e, não satisfeito dando calote nos precatórios, população sofrendo para comprar comida, gás de cozinha e serviços básicos, além de perspectivas de aumento de impostos. Toda essa instabilidade política nunca deixou de ser notícia  aqui no Brasil, mas eleições um ano antes dos pleitos é novidade e parece que é o que vamos viver até o final de outubro do próximo ano.

Com todo esse cenário de horrores, como lidar com essa instabilidade? Como fazer para a inflação não corroer todos o rendimentos futuros dos investimentos e o mais importante, como dormir tranquilo e em paz e não enlouquecer?

Estou longe de entender de macro economia, como também sei que não possuo nenhum controle sobre esses itens comentados acima. A ideia é manter o plano com as devidas correções no portfólio (aproveitar oportunidades) e seguir firme. No pior dos casos é voltar para o mercado ou criar alguma fonte de renda ativa.

No mais, é um ótimo momento para reforçar nossa filosofia de vida, estoicismo na veia em dose cavalar.

Qualidade de seus pensamentos

Não é sobre o que acontece, mas como interpretamos e reagimos aos que acontece. Como falou Marco Aurélio, a felicidade de sua vida depende da qualidade de seus pensamentos. Na grande maioria das vezes sofremos por algo que nunca vai acontecer, se nos mantermos seremos quanto a imprevisibilidade do futuro e também interpretar os maus momentos de forma positiva, seremos bem mais fortes.

Minimalismo

Muito pouco é necessário para uma vida feliz, neste caso minimalismo é uma resposta quando deixamos de perceber que temos e utilizamos coisas em excesso. Nas palavras de Sêneca…”Até que tenhamos começado a viver sem elas, não conseguimos perceber o quão desnecessárias são. Nós vínhamos usando-as não porque precisávamos delas, mas porque as tínhamos. Esse conceito também é facilmente aplicado para a companhia e influência de pessoas.

Coragem amigos

“Às vezes até viver é um ato de coragem”, essa frase de Sêneca que muito se assemelha ao pensamento budista é um chamado para viver a realidade, o presente, independente de ele ser bom ou não. Como dizia Epicteto…” Doente e ainda assim feliz, em perigo e ainda assim feliz, morrendo e ainda assim feliz, no exílio e ainda assim feliz, na desgraça e feliz”. Resumindo… SÓ VAI!

É impressionante como esses caras de barba e cabelos brancos de milhares de anos atrás conseguem ser tão atuais.

Nada de chutar o pau da barraca, é tempo de fortalecer nossos valores e aproveitar o momento para muito aprendizado, e se possível, aproveitar oportunidades para sair melhor e bem mais preparados para os próximos capítulos dessa novela chamada vida.

7 thoughts on “A casa está caindo

  1. Devagar ae Betão , porque os problemas ainda são pequenos .

    Na Europa estão morrendo os idiotas de sempre , que se entupiram de filosofias idiotas ao ponto de acharem que podem fazer o que bem entendem sem sofrer as consequências , pau no cú deles , e na África o vírus está bombando , porém sem aquelas cenas de pilhas de cadáveres sendo incinerados em via pública .

    Então o melhor é não ir muito no bafafá da mídia , porém a única ressalva é essa inflação galopante combinada com ano eleitoral acirrado que pode causar alguma turbulência ou baderna social no seio do povão desesperado . Porque por enquanto quem está sofrendo é o povão ostentador e aqueles que nunca aprenderam a trabalhar com a boa e velha ética protestante , mas se a coisa continuar a se encruar eu acredito sim que podem aver protestos bem mais violentos que os de 2013 .

    https://rasratel.blogspot.com/

  2. Olá Sapien, boa tarde

    Concordo com você, mas como um bom estoico, você deve manter a disciplina nesse ambiente conturbado. Desculpe o trocadilho, mas essa é uma prova de fogo (literalmente) para a vida FIRE. Não há muito o que fazer, apenas aguardar a tempestade passar.

    Abraços,

  3. Diversificação: dólar, ouro, fii, títulos de inflação mais juros e se possível, imóveis físicos.

    Eu acho, minha opinião, que momentos de turbulência favorecem os investidores pacientes, estejam eles na fase de acumulação ou retirando rendimentos.
    Veja, minha estratégia é focada em fii’s, poucas ações na b3, algumas ações e etf’s nos EUA.
    Como meu foco nos fii’s é renda, quanto mais se desvalorizam por incertezas de curto prazo, melhor.
    Na b3 invisto em poucas ações com excelentes fundamentos, acredito nessas empresas e seus modelos de negócios, então no curto prazo, quanto mais caírem mais eu compro.
    Na bolsa americana meu foco é formar uma carteira com ações que dão lucros consistentes a décadas e estão “fora do radar”, mas são de setores estáveis. Etf’s eu uso para investir em ouro, urânio, prata. Urânio é o que mais tenho comprado nos últimos meses.
    Seguirei comprando. Que venham mais quedas.

    1. Olá Dedé,

      Esses momentos realmente costumam ser de grande oportunidade para o investidor resiliente. O que me deixa com uma pulga atrás da orelha é a inflação fora de controle. Ver que um carro popular está custando 100 mil reais me deixa com a percepção de que estou ficando cada dia mais pobre.

      Abraço

      1. O risco Brasil, inflação, desgoverno… se eu pudesse voltar no tempo acho que teria focado meus aportes mais no exterior, mas a gente sempre espera e acredita que o Brasil vai melhorar, por isso ainda sigo aportando aqui, espero que de fato um dia o povo brasileiro mude um pouco a mentalidade e eleja políticos melhores, seria muito triste se o Brasil virar uma Venezuela nos próximos 20 anos.

        1. Olá Bilionário,

          Nós brasileiros elegemos politicos que espelham nossa história, educação e honestidade. Nós somos o problema e cabe a nós perceber que são nossas ações que produzem políticos ruins e não o contrário.

          Eu também sou um sonhador e acredito que temos sempre muitas oportunidades no Brasil, mas muito do sofrimento que nosso povo passa poderia ser facilmente evitado. Isso é triste.

          Abraço

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *